Estado de Goiás
Pós-Graduação Stricto Sensu em Língua, Literatura e Interculturalidade

 

ESTUDOS COMPARADOS DE LITERATURAS DE LÍNGUAS MODERNAS

Créditos: 04

Carga Horária: 60 horas

 

Ementa: Fundamentos dos estudos comparados. Estudo teórico-crítico e comparativista entre literaturas de línguas modernas, estabelecendo diálogos entre suas produções artísticas, poéticas e ficcionais. Literatura e outros campos dos saberes (Antropologia, História, Sociologia, Filosofia, etc.). Literatura e suas interfaces interculturais: cinema, moda, artes plásticas e cênicas, arquitetura, discursos televisivo, publicitário, midiático e cibernético, dentre outros.

 

Bibliografia:

ABDALA JÚNIOR, Benjamin (Org). Necessidade e solidariedade nos Estudos de Literatura comparada. In. De voos e ilhas. Literatura e comunitarismos. São Paulo: Ateliê Editorial, 2003.

AUERBACH, E. Mimesis. Representação da realidade na literatura ocidental. São Paulo: Perspectiva, 1990.

BAKTHIN, Mikhail. Marxismo e filosofia da linguagem. São Paulo: Hucitec, 1979.

BAUDELAIRE, Charles. Sobre a modernidade o pintor da vida moderna. [organizador Teixeira Coelho]. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1996.

BAZIN, André. O que é o cinema? Tradução de Eloisa Araújo Ribeiro. São Paulo: Cosac Naify, 2014.

BENJAMIN, Walter. A obra de arte na era da sua reprodutibilidade técnica. In: Benjamin e a obra de arte: técnica, imagem, percepção/ Walter Benjamin [et al.]; tradução Marijane Lisboa e Vera Ribeiro. Rio de Janeiro: Contraponto, 2012. p.11-42.

______. Magia e técnica, arte e política: ensaios sobre literatura e história da cultura. Tradução de Sérgio Paulo Rouanet. 8 ed. São Paulo: Brasiliense, 2012.

BLOOM, H. O cânone ocidental. Rio de Janeiro: Objetiva, 1996.

BOSI, Alfredo. Reflexões sobre a arte. São Paulo: Ática, 1985.

BOURDIEU, Pierre. Escritos de educação. Orgs. Maria Alice Nogueira e Afrânio Catani. Petrópolis, RJ: Vozes, 1998.

CÂNDIDO, Antônio. Literatura e sociedade. 8 ed. São Paulo: Publifollha, 2000.

CARVALHAL, Tânia Franco; COUTINHO, Eduardo. Literatura comparada: textos fundadores. 2 ed. Rio de Janeiro: Rocco, 2011.

CARPEAUX, O. M. História da literatura ocidental. Rio de Janeiro: Alhambra, 1978.

CEREJA, Roberto William. Ensino de literatura: uma proposta dialógica para o trabalho com literatura no ensino médio. São Paulo: Atual, 2005.

COHEN, Jean. Estrutura da linguagem poética. São Paulo: Cultrix, EDUSP, 1974.

COUTINHO, E. F.; CARVALHAL, T. F. Literatura comparada. Textos fundadores. Rio de Janeiro: Rocco, 1994.

D’ONOFRIO, S. Literatura ocidental. São Paulo: Ática, 1997.

DUFRENNE, M. O poético. Porto alegre: Globo, 1989.

EAGLETON, Terry. Marxismo e crítica literária. Tradução de Matheus Corrêa. São Paulo: Editora Unesp, 2011.

______. Teoria da literatura uma introdução. Tradução de Waltensir Dutra. 6 ed. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

FIGUEROA, Antón. "Literatura nacional e sistema literario". In. A Trabe de Ouro. 11. Compostela. Jul.-Set, 1992. pp.399-407.

FORSTER, E. M. Aspectos do romance. Porto Alegre: Globo.

KOCH, Ingedore Villaça; ELIAS, Vanda Maria. Ler e compreender: os sentidos do texto. 3 ed. São Paulo: Contexto, 2015.

LEVY, Pierre. O que é o virtual? 2 ed. Tradução de Paulo Neves. São Paulo: Editora 34, 2011.

LEVY, Pierre. Cibercultura. 3 ed. Tradução de Carlos Irineu da Costa. São Paulo: Editora 34, 2010.

MICELI, Sergio. Vanguardas em retrocesso: ensaios de história social e intelectual do modernismo latino-americano. São Paulo: Companhia das Letras, 2012.

NITRINI, Sandra. Literatura comparada. São Paulo: Edusp, 2000.

OLIVEIRA, Solange Ribeiro de. Perdida entre signos: Literatura, Artes e Mídias, hoje. Belo Horizonte: Rona – Faculdade de Letras da UFMG, 2012.

PELLEGRINI, Tânia [et alli]. Literatura, cinema e televisão. São Paulo: Editora Senac: Instituto Itaú Cultural, 2003.

PAZ, Octávio, O arco e a lira. Rio de Janeiro: Nova Fronteira (Coleção Logos), 1978.

RISÉRIO, Antonio. Textos e tribos: Poéticas extraocidentais nos trópicos brasileiros. Rio de janeiro: Imago, 1993.

ROCHLITZ, Rainer. O desencantamento da arte: a filosofia de Walter Benjamin. Tradução de Maria Elena Ortiz Assumpção. Bauru: EDUSC, 2003.

SALVATO, Trigo, “Da urgência do comparatismo nos estudos literários luso-afro-brasileiros” in: Ensaios de literatura comparada afro-luso-brasileira. Lisboa: Veja, 1989.

TELES, Gilberto Mendonça. Vanguarda europeia e modernismo brasileiro: apresentação dos principais poemas, manifestos, prefácios e conferências vanguardistas de 1857 até hoje. 10 ed. Rio de Janeiro: Record, 1987.

VIANA, Nildo. A esfera artística: Marx, Weber, Bourdieu e a sociologia da arte. Porto Alegre: Zouk, 2007.