Estado de Goiás
Pós-Graduação Stricto Sensu em Língua, Literatura e Interculturalidade

 

LITERATURA E ESPAÇO

Créditos: 04

Carga Horária: 60 horas

 

Ementa: Estudo sobre a concepção do espaço como criação antropológica cultural. Concepção espacial heterogênea em sua dimensão simbólica, identitária, cultural e afetiva. Análise da topofilia no texto literário, em sua variedade plurissignificativa.

 

Bibliografia:

 

AUGÉ, Marc. Não-lugares: introdução a uma antropologia da supermodernidade. Tradução de Maria Lúcia Pereira. São Paulo: Papirus, 2003.

BACHELARD, Gaston. A poética do espaço. In: ______. Os pensadores. Tradução de Joaquim José Moura Ramos et al. São Paulo: Abril Cultural, 1978. p. 181-354.

BAKHTIN, Mikhail. “A forma espacial do herói”. In: ______. Estética da criação verbal. Tradução de Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2003, p. 43-111.

______. Forms of Time and of the Chronotope in the Novel. In: HOLQUIST, Michael (Ed.). The Dialogic Imagination. Tradução de Caryl Emerson & Michael Holquist. Austin: University of Texas Press, 1992, p. 84-258.

______. O tempo e o espaço nas obras de Goethe. In: ______. Estética da criação verbal. Tradução de Paulo Bezerra. São Paulo: Martins Fontes, 2003. p. 224-258.

BHABHA, Homi K. O local da cultura. Tradução de Myriam Ávila. Belo Horizonte: Editora UFMG, 2013.

BLAND, D. S. Endangering the Reader’s Neck: Background Description in the Novel. In: STEVICK, Philip (Ed.). The Theory of the Novel. New York: Macmillan Publishing Co, 1967.

CASSIRER, Ernst. O mundo humano do espaço e do tempo. In:______. Ensaio sobre o homem. Tradução de Tomás Rosa Bueno. São Paulo: Martins Fontes, 2001. p. 73-94.

CAMPOS, Jorge Lúcio de. Do simbólico ao virtual. A representação do espaço em Panofsky e Francastel. São Paulo: Perspectiva, 1990.

CERTEAU, Michel de. Relatos de espaço. In:______. A invenção do cotidiano. Tradução de Ephraim Ferreira Alves. Rio de Janeiro: Vozes, 2001. p. 199-217.

D’AMARAL, Márcio Tavares. Perspectiva e história: como se fosse um prefácio. In: CAMPOS, Jorge Lúcio de. Do simbólico ao virtual. A representação do espaço em Panofsky e Francastel. São Paulo: Perspectiva, 1990. p. 15-21.

DIMAS, Antônio. Espaço e romance. São Paulo: Ática, 1987.

ELIADE, Mircea. O espaço sagrado e a sacralização do mundo. In: ______. O sagrado e o profano. Tradução de Rogério Fernandes. São Paulo: Martins Fontes, 2001. p. 25-61.

FILHO, Oziris Borges. Espaço e literatura: introdução a uma topoanálise. Franca: Editora Ribeirão Gráfica, 2007.

FOUCAULT, Michel. Outros espaços. In:______. Estética: literatura e pintura, música e cinema. Tradução de Inês Autran Dourado Barbosa. Rio de Janeiro: Forense Universitária, 2009. p. 411-422.

HALL, Stuart. A identidade cultural na pós-modernidade. Tradução de Tomaz Tadeu da Silva e Guacira Lopes Louro. Rio de Janeiro: DP & A Editora, 2006.

LINS, Osman. Lima Barreto e o espaço romanesco. São Paulo: Ática, 1976.

MASSEY, Doreen. Space, Place and Gender. Minneapolis: University of Minnesota Press, 2001.

MERLEAU-PONTY, Maurice. Fenomenologia da percepção. Tradução de Carlos Alberto Ribeiro de Moura. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

PANKOW, Gisela. O homem e seu espaço vivido. Tradução de Flávia Cristina de Souza Nascimento. São Paulo: Papirus, 1988.

POULET, Georges. O espaço proustiano. Tradução de Ana Luiza Borralho Martins Costa. Rio de Janeiro: Imago, 1992.

ROSENDHAL, Zeny (Org.). Temas sobre cultura e espaço. Rio de Janeiro: Editora UERJ, 2005.

______. Paisagem, imaginário e espaço. Rio de Janeiro: Editora UERJ, 2001.

ROSENTHAL, Erwin Theodor. A reestruturação de tempo e espaço como princípio criador de novos horizontes. In: ______. O universo fragmentário. Tradução de Marion Fleischer. São Paulo: Editora Nacional; Usp, 1975. p. 53-67.

SANTOS, Luis Alberto Brandão; OLIVEIRA, Silvana Pessôa de. Sujeito, tempo e espaço ficcionais: Introdução à teoria da literatura. São Paulo: Martins Fontes, 2001.

SCHAMA, Simon. Landscape and Memory. Nova Iorque: Alfred A. Knopf, 1995.

TUAN, Yi-Fu. Espaço e lugar. A perspectiva da experiência. Tradução de Lívia de Oliveira. São Paulo: DIFEL, 1983.

______. Topofilia. Um estudo da percepção, atitude e valores do meio ambiente. Tradução de Lívia de Oliveira. São Paulo: DIFEL, 1980.

ZORAN, Gabriel. Towards a theory of space in narrative. In: Poetics Today. The Reconstruction Of Reality In Fiction. Maryland: The Johns Hopkins University Press, 1984. p. 309-335.